Capim-limão
Cymbopogon citratus

Hierba limón
Lemon grass
Citronelle

Histórico

O capim-limão é uma planta muito popular, oriunda da Índia. Normalmente, o capim-limão é confundido com a erva-cidreira (Melissa officinalis), não pela forma, pois são completamente diferentes, mas sim pelo uso e aroma. Tal qual a erva-cidreira, o capim-limão é muito empregado na forma de chás calmantes e soníferos. Atualmente, ele é encontrado em todo o Brasil, onde, no passado, foi muito utilizado no combate à erosão da terra.

Uso culinário

Recentemente o capim-limão tem sido muito utilizado para perfumar receitas de molhos que levam shoyo (molho de soja) e grelhados.

Uso terapêutico

Usado como relaxante e digestivo em infusão (chás). Combate a insônia e o stress.

Observação importante:
Qualquer uso terapêutico deve sempre ser acompanhado por um médico.

Replantio

Para que sua planta continue a crescer e tenha maior longevidade é recomendado o replantio.
Em um vaso maior, em uma jardineira ou em um canteiro de jardim sua planta encontrará uma área de solo mais ampla, favorecendo a continuidade do desenvolvimento de sua raiz.
Respeite as características descritas no quadro abaixo. Elas indicam as condições ideais para o sucesso do replantio.
Luminosidade Água Granulação do solo argiloso      médio      arenoso
Fertilidade do solo Espaçamento
15 cm
Crescimento
60 cm
Ciclo
Perene
Vigor
Vigorosa

Dicas do agrônomo

O capim-limão é muito rústico e é usado, geralmente, nas bordas dos canteiros ou em moitas ornamentais. As touceiras de capim-limão devem ser desbastadas, periodicamente, retirando-se as folhas secas, favorecendo, assim, o aparecimento de novos brotos. O capim-limão pode ser replantado muito facilmente pela divisão das touceiras. Cuidado quando for manuseada por crianças, pois pode provocar leves cortes, devido ao fio de suas folhas.

Receitas com Capim-limão

Vinagrete com capim-limão
Cogumelo shitake ao molho de capim-limão