Orégano
Origanum vulgare

Orégano
Oregano
Origan

Histórico

O nome do orégano remonta à Grécia Antiga, onde Hipócrates o denominou de Origanon (erva amarga). Com mais de 30 espécies, o orégano era muito apreciado pelos gregos como óleo para pós-banho. Encontrado por toda a Europa e Ásia, é hoje muito cultivado nas Américas. Seu poder medicinal já era conhecido no Egito Antigo.

Uso culinário

De sabor forte e aromático, o orégano combina bem com tomate fresco, molhos à base de tomate, especialmente em pizzas. Pode, também, ser usado em omeletes, assados e pratos com queijo. Faz parte do famoso Fines Herbes (tempero francês com várias ervas).

Uso terapêutico

O chá de orégano é indicado no tratamento de tosse, dor-de-cabeça de origem nervosa e irritação. O chá pode ser usado para aliviar enjôo do mar.

Observação importante:
Qualquer uso terapêutico deve sempre ser acompanhado por um médico.

Replantio

Para que sua planta continue a crescer e tenha maior longevidade é recomendado o replantio.
Em um vaso maior, em uma jardineira ou em um canteiro de jardim sua planta encontrará uma área de solo mais ampla, favorecendo a continuidade do desenvolvimento de sua raiz.
Respeite as características descritas no quadro abaixo. Elas indicam as condições ideais para o sucesso do replantio.
Luminosidade Água Granulação do solo argiloso      médio      arenoso
Fertilidade do solo Espaçamento
35 cm
Crescimento
20 cm
Ciclo
Perene
Vigor
Vigorosa

Dicas do agrônomo

A espécie de orégano produzida é a Origanum vulgare. Ela forma touceiras e o rizoma é de porte rasteiro. É uma planta muito rústica que, pelo seu porte, pode ser usada, também, como forração junto a outras ervas de maior porte como o alecrim, a melissa, o boldo e o manjericão.

Receitas com Orégano

Omelete com orégano e tomates
Torta de grão-de-bico e escarola
Fines Herbes
Spaghettini ao Azeite e Ervas
Farfalle à Cabra
Espaguete com Orégano